Foto: Reprodução/Joshua Semolik/Pinterest

Após a primeira etapa, o plano começou a ser idealizado, com o investimento de 150 milhões de euros

A Prefeitura de Paris, na França, apresentou recentemente o Plano de Bicicletas 2015-2010, com medidas que pretendem transformar a cidade na “capital mundial do ciclismo”. Um dos principais objetivos do plano é que a quantidade de pessoas que usam diariamente a bicicleta passe de 5% para 15% da população até 2020.

Entre as medidas apresentadas, está duplicar a quantidade de ciclovias, passando de 700 km a 1.400 km em apenas cinco anos; estabelecer uma rede expressa; criar um fundo econômico de auxílio para a compra de uma bicicleta e construir 10 mil novas vagas de estacionamento para bicicletas.

Além disso, nos trechos reservados às bicicletas, haverá uma complementação com a expansão do programa “Paris 30 km/h”, que pretende delimitar regiões em que os automóveis só podem trafegar a até 30 km/h. O plano ainda prevê outras mudanças, como a implementação de bici-boxes nos cruzamentos, ou seja, áreas para que os ciclistas tenham maior visibilidade enquanto estiverem esperando o semáforo abrir.

Antes de divulgar o plano, o município fez uma consulta com os cidadãos para saber quais são as expectativas sobre o uso das bicicletas como meio de transporte. A enquete, feita em outubro do ano passado, teve a participação de 7 mil pessoas, que falaram sobre a necessidade de maior segurança nos percursos com as bikes.

Depois dessa primeira etapa, o plano começou a ser realmente idealizado, com o investimento de 150 milhões de euros. Para fomentar a cultura ciclista na cidade, a prefeitura também vai criar novos locais voltados para o uso da bicicleta, como centros de aprendizagem e oficinas para reparos mecânicos.

Leia a matéria na íntegra no site Arch Daily.

Be Sociable, Share!