‘Educação’

Sem dúvidas, a escolha profissional é uma das decisões mais importantes tomadas pelos jovens durante a vida, já que determina parte dos seus futuros. Nem sempre é um processo fácil. Muitas vezes, adolescentes encaram um dilema: devem considerar apenas seus gostos ou levar em conta também a qualidade de vida que terão?

A aventureira Karina Oliani, a brasileira mais jovem a escalar o Monte Everest, e o fotógrafo Andrei Polessi, lançaram uma campanha de financiamento coletivo no Catarse com o objetivo de arrecadar R$ 85 mil para desenvolver um livro com fotografias que retratem a diversidade e a beleza da região do Everest, na fronteira entre o Nepal e a China, e sirvam como registro antropológico cultural.

A qualidade da água em São Paulo tem sido questionada desde a crise hídrica. Segundo dados do Programa Municipal de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano, a média de amostras “insatisfatórias” recolhidas passou de 3,49% –antes da crise hídrica– para 12,32% em maio deste ano, o triplo do padrão considerado ideal.

Ao ver a quantidade de lixo nas margens da Sian Ka’an, no México, o artista Alejandro Durán ficou impressionado e decidiu transformar o tema em uma série de fotos. Com isso, ele criou o projeto “Washed Up”, no qual ele coloca diversos objetos coloridos na natureza para representar esse problema ambiental.

Para fugir da violência das guerra e da perseguição, muitas pessoas de diferentes países optaram por se refugiar em Londres. Por mais que seja um lugar tranquilo e seguro, nem sempre é cômodo viver na cidade. Além dos alto custos do aluguel, o transporte público é muito caro.

A Instituição ambiental Conservação Internacional (CI-Brasil) lançou uma nova campanha, com versão brasileira, para incentivar e alertar a população sobre os cuidados com a natureza.

A empresa britânica Aleutia desenvolveu um novo conceito de sala de aula modular e movido a energia solar, que promete levar educação para países sem recursos, como o Quênia, na África. Intitulado “Solar Classroom in a Box”, o projeto oferece tudo o que é necessário para uma escola, incluindo lousa, computadores para professor e alunos e painéis solares.

Você sabia que várias coisas que já não têm mais utilidade podem ser reaproveitadas e voltar a ter utilidade? Pois é, isso se chama reciclagem.

O fotógrafo paulistano Bruno Feder, 31 anos, está transformando a vida de uma comunidade rural em Uganda, na África, com suas fotos.

Imagine a oportunidade de garimpar peças bacanas a preços camaradas e ainda atender a uma causa nobre? A Associação Cruz Verde, instituição filantrópica que atende pacientes com paralisia cerebral grave desde 1958, mantém um bazar permanente, que reúne um acervo de aproximadamente 3 mil itens novos e usados.