‘Sustentabilidade’

O paulistano Ricardo Bertello criou a primeira bike-DJ movida a energia solar do Brasil. Batizada de Bikebeats, a invenção não depende de uma fonte de energia fixa para funcionar. Todo o equipamento –controladora, caixas de som e computador– são alimentados pela placa solar.

O designer holandês Floris Schoonderbeek criou em setembro deste ano uma geladeira que usa energia natural para funcionar, ou seja, conserva os alimentos por meio da temperatura da própria terra. A inovação, além de cortar gastos com energia elétrica, pode ser uma solução para regiões sem infraestrutura.

Nos últimos anos a indústria automobilística tem procurado soluções e tecnologias inovadoras para amenizar os efeitos que seus veículos causam ao ambiente. Mas uma startup alemã foi além; forrou um veículo com plantas vivas.

Há quatro anos, o artista plástico e moveleiro Alexandre Toscano soube do problema com o descarte de sacos de cimento: apesar de serem de papel e altamente resistentes, não são reciclados, já que o custo para retirar o pó de cimento impregnado na fibra seria alto demais.

Até o ano de 2013, o aeroporto de Cochin (no sul da Índia), tinha a eletricidade suprida apenas por carvão –fonte energética poluente que contribui para a aceleração das mudanças climáticas. A partir de então, os investimentos passaram a ser feitos em energia solar.

E se você pudesse colocar em ordem as páginas de um caderno de acordo com o seu gosto pessoal? O que parecia ser um sonho distante para alguns, torna-se realidade com o chamado ‘Rekonect’, um bloco de anotações que permite os usuários organizem as páginas conforme suas preferências.

Duas receitas de hambúrgueres que têm como principal ingrediente a fibra do caju – um coproduto abundante nas fábricas de suco, que normalmente é descartado – foram desenvolvidas pela Embrapa Agroindústria Tropical (CE) e apresentaram boa aceitação em testes de análise sensorial e intenção de compra.

Construir uma muleta, a partir das reais necessidades das pessoas com mobilidade reduzida, considerando a redução dos impactos socioambientais, custo acessível e viabilidade de fabricação _ com ou sem escala. Esse foi o desafio da Mercur no projetoCOlabora, que premiou, no último sábado, as criações dos grupos Cusco Studio, Integração e TIL.

O papel higiênico pode estar com os dias contados, no que depender do empreendedor canadense Miki Agrawal.

Quem optou por deixar o carro na garagem ganha hoje um aplicativo que promete ser tornar um Waze dos adeptos de deslocamento pela cidade de São Paulo a pé, de bicicleta, ônibus, metrô e/ou táxi.